Historial de produções

A estreia da VII edição!

Maltes: Malte de cevada e malte de trigo
Lúpulos: Amarillo
Levedura: Ale
Àlcool: 5.5%

Amargo: ●●●○○
Doçura: ●●●○○
Corpo: ●●○○○

A cerveja de trigo, ou Weissbier, é uma cerveja de origem alemã produzida com uma mistura de malte de cevada e trigo. Conta também com aroma natural de banana, adicionado durante o seu processo de fabrico, que irá intensificar o seu aroma frutado, bem como um toque de especiarias, cominhos e coentros, para equilibrar com o seu aroma frutado.

Notas de prova: a Weiss apresenta uma cor amarela/dourada com aspecto turvo devido à presença de proteínas de cevada e de trigo. Assim como levedura em suspensão, pelo facto de não ser filtrada. O Aroma é bastaste frutado, com notas de banana e cravinho.
O Sabor é refrescante e suave, levemente adocicado, mas equilibrado e com uma acidez ligeira e com um fim de boca suave. É uma cerveja, geralmente, mais carbonatada que as outras, o que acentua as suas notas de frutos (banana) e especiarias (cravinho). A espuma é cremosa e duradoura.

Dicas de harmonização: A harmonização de uma weissbier, cerveja de trigo alemã, pode ser feita com diversos partos e sabores. Aqui estão algumas sugestões:
Frutos do mar: a suavidade e frescura da weissbier combinam perfeitamente com frutos do mar, como: camarões, lapas e lulas.
Comida mexicana: A acidez e frescura da cerveja ajudam a equilibrar os sabores fortes e temperados, característicos da comida mexicana. Assim, a Weiss Banana pode também ser harmonizada com tacos e burritos e nachos.
Saladas: esta cerveja poderá ser a escolha perfeita para acompanhar uma salada fresca e crocante, como uma Salada Caeser, salada de frutas ou salada de legumes grelhados.
Queijos: é também uma ótima escolha para harmonizar com queijos suaves e cremosos, como o queijo de cabra, brie e camembert. A acidez da cerveja ajuda a cortar a gordura do queijo e a equilibrar os sabores.
Sobremesas: A Weiss Banana também pode ser harmonizada com sobremesas leves e frutadas, como o sorvete de limão, torta de maçã ou pudim de leite. A doçura e acidez da cerveja ajudam a complementar os sabores da sobremesa.

A cerveja amada pelos que não gostam de cerveja.

Maltes: Pilsner, Pale e Carapils
Lúpulos: Saaz e Hallertau Magnum
Levedura: Lager
Àlcool: 5.5%

Amargo: ●●○○○
Doçura: ●●●○○
Corpo: ●●●○○

Notas de produção
O processo de baixa fermentação (7°C a 14°C) foi realizado com uma estirpe especial de levedura lager. Cumprindo a tradição, a cerveja maturou a baixas temperaturas por um longo período de tempo.
Por ser não pasteurizada nem filtrada, apresenta-se turva e opaca, devido à presença de levedura.

Notas de prova:
Cerveja rica e complexa, porém equilibrada e refrescante.
Sabor leve a malte e amargura média, mas limpa e sem dureza, o que a torna muito fácil de beber.
Aroma médio a malte com  um buquê floral ou herbal e de especiarias, derivado do lúpulo; a interação entre ambos é rica e complexa. Poderá sentir um leve aroma a diacetil ou de ésteres frutados (banana) derivados do lúpulo e da estirpe de levedura utilizada para a fermentação.
A carbonatação deverá ser moderada a baixa.
A aparência está entre o ouro e o dourado suave, com uma espuma branca, densa e cremosa. Deve ser servida com uma cabeça abundante para evitar a oxidação.

Harmonização:
Carnes brancas tenras e macias  de confecção ligeira;
Canapés, bruschettas e pinchos;
Petiscos de cogumelos salteados , espargos e ovos Mexidos;
Mariscos naturais e marinados, escabeches , ceviches e tártaros;
Massas frescas salteadas com molhos simples;
Queijos frescos como requeijão , mozzarela e creme de queijo com ervas;

Amargamente deliciosa.

Maltes: Pale, Caramelo
Lúpulos: Nelson Sauvin, Spalter Select, Cascade, Amarillo
Levedura: Ale
Àlcool: 6%

Amargo: ●●●●●
Doçura: ●●●●○
Corpo: ●●●●○

Notas de prova:
Cerveja rica e complexa, com muito aroma e sabor a lúpulo.
Sabor intenso a lúpulo, com notas de citrinos, resinas e floresta. Amargo intenso mas equilibrado com o corpo da cerveja.
Aroma intenso a lúpulo, com notas citrinos.
Tem uma aparência laranja cobre e uma espuma branca, cremosa e persiste.
Harmonização: Comidas condimentadas como carril, tacos, enxilhadas.

Notas históricas:
IPA é a sigla de India Pale Ale, um estilo de cerveja que tem sua origem em 1700, na época em que a Índia era o centro de produção e venda de grande parte das especiarias consumidas na Europa. Nesta altura a cerveja mais bebida em Inglaterra era a Pale Ale. Para conseguir exporta-la para a India os ingleses elevaram o teor alcoólico e adicionaram mais lúpulo. Este além de conferir amargor também funciona como um antisséptico que preservava a cerveja durante a longa viagem.

Dicas de harmonização:
Comidas condimentadas como carril, tacos, enxilhadas.

Uma tradicional cerveja alemã, robusta e com notas de malte escuro que fazem lembrar nozes e pão.

Maltes: Pilsner, Munique, Cararoma e Caramelo
Lúpulos: Spalter Select
Levedura: Ale
Àlcool: 5.8%

Amargo: ●●○○○
Doçura: ●●●○○
Corpo: ●●●○○

Notas de produção
O processo de alta fermentação (16°C a 20°C) foi realizado com uma estirpe especial de levedura Ale. Cumprindo a tradição deste estilo alemão, a cerveja maturou a baixas temperaturas (tecnicamente dizemos fez lager) por um longo período de tempo.  Por ser não pasteurizada nem filtrada, apresenta-se turva e opaca, devido à presença de levedura.

Notas de prova:
Cerveja equilibrada entre a doçura do malte e o amargo do lúpulo. Apesar de ser uma ale apresenta um perfil limpo de lager, devido à baixa fermentação (usualmente as ale fazem fermentações a temperaturas mais altas) e também à longa maturação a baixa temperaturas (também uma característica das lagers).
Sabor a malte com nozes e um pouco de esteres frutados que sobreviveram ao lager.  Do lúpulo vêm as notas mais florais e de especiarias.
Aroma limpo e robusto com notas de malte escuro que fazem lembrar nozes e pão, mas sem ser torrado.  O aroma do malte é discreto mas podem-se sentir algumas notas de especiarias.
A aparência é marrom, que tinge ligeiramente a espuma densa, e cremosa.

Dicas de harmonização:
Carnes assadas ou grelhadas, peças de porco como joalheira ou costeletas grelhadas, salsichas frescas. Queijos fortes como queijo tipo Roquefort.

Cerveja harmoniosa e equilibrada com notas de café e chocolate.

Maltes: Pilsner, Caramelo e Chocolate
Lúpulos: Hallertau Magnum e Spalter Select
Levedura: Lager
Àlcool: 5.4%

Amargo: ●●○○○
Doçura: ●●●○○
Corpo: ●●○○○

Notas de produção:
O processo de baixa fermentação (7°C a 14°C) foi realizado com uma estirpe especial de levedura lager. Cumprindo a tradição, a cerveja maturou a baixas temperaturas por um longo período de tempo.
Por ser não pasteurizada nem filtrada, apresenta-se turva e opaca, devido à presença de levedura.

Notas de prova:
Cerveja harmoniosa e equilibrada. Este estilo, capta os sabores e aromas escuros típicos de uma Stout mas, em oposição às Stout clássicas, apresenta-se com um corpo leve o que a torna fácil de beber.
Sabor a café e chocolate escuro facilmente perceptíveis. Apresenta um ligeiro sabor a lúpulo, sendo predominante a presença dos cereais torrados. O malte torrado utilizado nesta cerveja proporciona uma deliciosa sensação seca, típico neste estilo de cerveja.
Aroma moderado a forte de malte torrado lembrando o café torrado ou chocolate escuro. Pouco aroma a lúpulo
Aparência castanha escura, com espuma alta e persistente, ligeiramente acastanhada.

Dicas de harmonização:
Grelhados e churrasco  de porco e carnes vermelhas;
Fumados de peixes, presunto e enchidos;
Refogados e estufados de longas cozeduras;
Confecções tradicionais de  arroz (cabidelas ou carnes com enchidos);
Sabores fortes dos pratos tradicionais portugueses (chanfanas ou feijoadas);
Queijos azuis como Roquefort e Danis Blue;
Weiss banana.

A cerveja que alimentava os agricultores belgas e franceses.

Levedura: Saison
Álcool: 6.5%

Amargo: ●●○○○
Doçura: ●●●○○
Corpo: ●●●○○

Notas de Prova: Uma ale belga clara, refrescante, muito atenuada, moderadamente amarga devido à adição de casca de laranja e com um final seco. Para além da cevada foram usados maltes de espelta e trigo para dar mais complexidade e corpo. Muito aromática, com características frutadas, condimentadas e lupuladas evidentes

Harmonização: Pratos ligeiros, peixes e mariscos.

Uma clássica saison belga com um twist de maracujá roxo.

Levedura: Saison
Àlcool: 6.1%

Amargo: ●●○○○
Doçura: ●●●○○
Corpo: ●●○○○

Notas de prova: Uma variação pouco comum da clássica saison belga. Cerveja aromática com notas de fruta tropical conferidas não so pela fruta adicionada na ebulição e maturação como pelo lúpulo simcoe, amanho e nelson sauvin O grande desafio destas cervejas com maracujá é equilibrar a acidez natural marcada do maracujá.

Harmonicação: Comidas da América do Sul, bem condimentadas.

Cerveja de gengibre.

Levedura: Ale
Àlcool: 5.5%

Amargo: ●●●○○
Doçura: ●●●●○
Corpo: ●●○○○

Notas de provas: Cerveja refrescante, de corpo leve e com uma espuma cremosa. Cuidadosamente enriquecida com raiz de gengibre natural tem um final picante. Usualmente adorada por todos, mesmo os não amantes de cerveja. Pode ser bebida tal como está ou com um toque de lima/limão.

Harmonização: Pratos asiáticos como sopa miso ou sushi.

Amargura Americana.

Levedura: Ale
Àlcool: 5.5%

Amargo: ●●●●●
Doçura: ●●●●○
Corpo: ●●●●○

Notas de prova: Feita exclusivamente a partir de lúpulos americanos é tão amarga como a sua prima IPA. No entanto, como tem menos corpo, os seus 40 IBU’s podem parecer mais intensos. Tem uma aparência alaranjanda, com uma espuma branca, densa e cremosa.

Harmonização: Massas e pizzas de todos os estilos.

Uma Baltic Portar com um twist tropical.

Levedura: Ale
Àcool: 7.1%

Amargo: ●●●●○
Doçura: ●●●○○
Corpo: ●●●●○

Notas de prova: Muito complexa, com sabores de lúpulo em múltiplas camadas e notas de frutas tropicais em especial o maracujá e a manga. Corpo bastante elevado e macio, com um calor de álcool envelhecido. Doçura do malte em equilibro com o amargo do lúpulo.

Harmonização: Comidas de tacho bem condimentadas.

Complexa, rica, suave e perigosa.

Levedura: Ale
Àlcool: 7.8%

Amargo: ●●○○○
Doçura: ●●●●○
Corpo: ●●●●○

Notas de prova: Deliciosa mistura entre a riqueza de maltes, sabores de frutas escuras e as especiarias conferidas pela levedura ale. Características do lúpulo são pouco perceptíveis mas estão presentes e são essenciais para equilibrar a cerveja. Os álcoois são suaves, picantes, perfumados.

Harmonização: Joalheira de porco e ensopado de cabrito.

A nossa cerveja mais sexy.

Levedura: Lager
Àlcool: 5.5%

Amargo: ●●●○○
Doçura: ●●●○○
Corpo: ●●●○○

Notas de Prova: Cerveja inspirada no tradicional estilo Bohemian Pilsner, de cor avermelhada e espuma branca, cremosa e persistente. Aroma limpo, típico de uma lager, deixando sobressair o perfume do malte Munich e Viena. São perceptíveis as notas de especiarias e de terra proveniente do lúpulo Saaz

Harmonização: Saladas consistentes com grão, feijão ou lentilhas.

A cerveja que era conhecia entre os monges alemães por pão líquido.

Levedura: Lager
Àlcool: 5.4%

Amargo: ●●○○○
Doçura: ●●●●○
Corpo: ●●○○○

Notas de prova: Sabor intenso a malte com notas de tostados e crosta de pão. Sabor a lúpulo é praticamente imperceptível, o que faz sobressair a doçura dos cereais fazendo um contraste ótimo com pratos salgados. Carácter limpo, característico de uma lager. Tem uma aparência castanha escura com reflexos rubis, com uma espuma acastanhada, densa e cremosa.

Harmonização: Carnes vermelhas grelhadas.

O nosso tributo à grande festa da cerveja: o Oktoberfest.

Levedura: Lager
Àlcool: 5.4%

Amargo: ●●○○○
Doçura: ●●●○○
Corpo: ●●●○○

Notas de Prova: Carácter primoroso de uma clássica cerveja de Baviera. Perfil de fermentação limpo e amargor restrito derivado apenas a um pouco de lúpulo alemão Haliertau. Elegante e complexa, além de aroma e sabor do malte, tem notas de frutos secos, em particular de avelãs. Tem uma aparência laranja cobre e uma espuma branca e persistente.

Harmonização: Hamburger vegetariano com chutney de cebola roxa.

Cerveja rica e complexa, inspirada no tradicional bolo de mel madeirense.

Levedura: Lager
Àlcool: 5.4%

Amargo: ●●○○○
Doçura: ●●●●○
Corpo: ●●●○○

Notas de prova: De cor escura, conferida em grande parte pr mel de cana. Durante a ebulição, para além do lúpulo foram adicionadas várias especiarias usadas na receita tradicional do bolo de mel: canela, noz-moscada, cravo marinhão e erva-doce. Adicionalmente para reproduzir os sabores desta iguaria regional, durante a maturação foi adicionado à cerveja uma infusão feita em vinho madeira de passas, cidra cristalizada e casca de laranja.

Harmonização: Sobremesas variadas.

Um tipo de cerveja loira de elevado teor alcoólico.
Uma cerveja tipicamente belga, encorpada, de tripla fermentação e condimentada com especiarias tais como a casca de laranja amarga, cravo da índia e coentros.

Álcool: 7%

Amargo: ●●○○○
Doçura: ●●●●○
Corpo: ●●●●○

Harmonizações: Queijos fortes, Vegetais ao natural, Carnes ou peixes apimentados.

A famosa cerveja de trigo.
cerveja de trigo típica da Baviera, região da antiga Bohemia reconhecida pela tradição na produção deste estilo de cerveja. Como tal para a produção desta cerveja, trouxemos uma estirpe de levedura da Baviera responsável pela produção dos compostos aromáticos deste estilo. lúpulo utilizado é apenas para promover um equilíbrio entre o doce e o amargo. Cor amarela e mousse abundante e turva. Aroma limpo com notas cítricas com algum cereal.

Amargo: ●●●○○
Doçura: ●●●○○
Corpo: ●●○○○

Harmonizações: Salame, Salsicha, nachos, o importante é que os alimentos não contenham temperos muito fortes que possam quebrar a harmonização do trigo.